O Método Link de Memorização – CarlosAcademy

Também conhecido como LIGAÇÃO MNEMÔNICA, é um sistema que, antes de qualquer coisa, constitui um excelente exercício de criatividade objetivando o registro de dados previamente destacados.


Tudo o que aprendemos chega até o cérebro pelos sentidos. Transportamos o mundo exterior e compreendemos como o percebemos e sentimos. A impressão que os estímulos visuais nos causam são muito fortes e nos acomodamos com isso, tanto que os cegos, privados deste tipo de estímulo, são capazes de desenvolver uma audição e tato prodigiosos.


Sem dúvida, o mais importante deles é a nossa visão por onde 83% do que aprendemos é captado, porém isto não quer dizer que seja a forma com que mais nos identificamos: muitas pessoas aprendem melhor recitando em voz alta, outras apenas lendo. A visão, portanto, será sempre a forma mais utilizada como base para as técnicas de memória.


Vamos trabalhar com imagens ou “quadros mentais”. Para melhor acompanhamento, você deve criar uma “tela mental” e projetar nela tudo que for importante. Prossiga a leitura somente após esta imaginação. Feche os olhos e, bem à sua frente, veja uma tela de cinema ou um outdoor totalmente em branco, cuja imagem seja nítida e bem real. Repasse várias vezes a mesma cena; deixe a imagem da tela mental bem familiar e verdadeiramente conhecida.


As sugestões a seguir são importantes para o processo de visualização. Siga-as imaginando em sua tela mental todas as ligações. Sendo bem visualizadas, basta apenas a lembrança do primeiro item para que o seguinte venha à memória e, assim por diante, até o final da lista:

• DESPROPORÇÃO
• EXAGERO
• SUBSTITUIÇÃO
• MOVIMENTO


A apresentação das regras anteriores não obedece a prioridades e também não é necessário que todas apareçam na mesma visualização.


A DESPROPORÇÃO é utilizada quando se tem por objetivo a visualização de elementos muito comuns, sem destaques especiais. A mente humana tem por natureza destacar aquilo que difere do padrão normal.


Por exemplo, se pensamos numa escada, que os degraus estejam separados com 5 metros de um para o outro e que a pessoa que a esteja utilizando seja um anão; se pensamos numa música, que ela esteja com a rotação muito alterada e que o cantor tenha um timbre feminino; se pensamos em cenas de um filme, que a tela do cinema esteja sendo projetada num binóculo e que uma multidão de dez pessoas se espremem para vê-Ia.


O EXAGERO é importante em especial quando o que precisa ser memorizado é de pequeno tamanho ou difícil de ser imaginado. Por exemplo, imagine, por alguns segundos, um cachorro poodle. Agora, coloque no centro de sua tela mental vários cachorros da mesma espécie, um ao lado do outro. Qual das duas imagens fica registrada com mais nitidez? Sem dúvida a de vários cães, por isso, sempre que possível, exagere no número de elementos a serem registrados.


A SUBSTITUIÇÃO no contexto da visualização, é trabalhada de duas maneiras: a primeira refere-se à troca de um substantivo abstrato, difícil de ser imaginado, por algo concreto, que traga à lembrança a essência do que foi figurado. Por exemplo, imaginar “paz” não é uma coisa fácil, fatalmente tem de ser pensada como uma pomba, uma bandeira branca, ou qualquer outro substantivo concreto que traga a imagem de “paz”; “amor” pensamos como um coração, “justiça” como uma balança ou na própria estátua de olhos vendados que a simboliza. A segunda refere-se a troca de um substantivo concreto por algo também concreto. Por exemplo, na figura abaixo o nariz de um homem foi substituído por ventilador. Assim, você poderá utilizar este excelente recurso de substituir palavras sempre que desejar.


O MOVIMENTO é talvez o artifício mais versátil e mais utilizado nas técnicas de memorização em função do efeito visual que provoca, fazendo com que haja um registro dinâmico e eficiente entre os termos do rol. Coloque bastante ação nas ASSOCIAÇÕES e, em todos os casos, reforce visualmente tudo que foi imaginado.

Fonte: ccseducacao.com.br

Um comentário em “O Método Link de Memorização – CarlosAcademy

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *